COP15 terá emissão de CO2 neutralizada

Posted on 14/10/2009

0


Foto de Scanpix/StillPictures

Poluição é claramente visível em Dhaka, capital de Bangladesh. Foto de Scanpix/StillPictures

A 15ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP 15), marcada para o mês de dezembro, vai atrair uma multidão de delegados, ativistas, jornalistas e curiosos para Copenhague, capital da Dinamarca.

Ao longo de onze dias, uma quantidade considerável de dióxido de carbono será lançada na atmosfera por conta das atividades relacionadas ao encontro, com destaque para o transporte aéreo dos visitantes.

Mas a Dinamarca, organizadora do evento, garante que a COP15 terá a emissão de CO2 neutralizada, tornando-se climaticamente eficiente.

A ideia é compensar o dióxido de carbono lançado durante o evento com o apoio a ações que possam evitar a emissão da mesma quantidade do gás poluente no futuro.

O orçamento do COP15 tem até uma verba para isso, cerca de um milhão de dólares – ou 1,73 milhão de reais.

O dinheiro vai ser usado em Dhaka, capital de Bangladesh, um dos países mais afetados pelo aquecimento global.

O Governo da Dinamarca, o Banco Mundial e o Governo de Bangladesh assinaram um acordo para que o recurso financie a implantação de 20 novas fábricas de tijolos na cidade.

Homem molda os tijolos em uma fábrica tradicional de Bangladesh

Homem molda os tijolos em uma fábrica tradicional de Bangladesh

Modernas e enficientes, as novas unidades vão substituir outras mais tradicionais, consideradas altamente poluidoras.

Estima-se que a iniciativa evite, a cada ano, o lançamento de 50 mil toneladas de dióxido de carbono na atmosfera.

“O projeto vai resultar numa melhora significativa do meio ambiente para a população local, onde a poluição gerada pelas velhas fábricas de tijolos é claramente visível”, disse o ministro do Clima e da Energia da Dinamarca, Connie Hedegaard.

Com informações de Morten Andersen

Clique aqui para ver a matéria em inglês no site da COP15.

Anúncios
Posted in: Política