Empresa em Londres adota esquema de bônus e desconto para reduzir a emissão de CO2 entre os funcionários

Posted on 14/09/2009

0


business

A WSP, empresa de engenharia com sede em Londres e cerca de 250 escritórios espalhados pelo mundo, resolveu monitorar e reduzir a quantidade de dióxido de carbono que seus empregados lançam na atmosfera.

O dióxido de carbono, CO2, é um dos gases que provocam o efeito estufa.

Segundo o editor de meio ambiente do jornal britânico de Times, Ben Webster, o esquema está em teste há dois anos no escritório da empresa em Londres, e tem a participação de apenas 80 funcionários, embora a WSP pretenda estendê-lo a cerca de três mil empregados ao redor do mundo.

O esquema prevê o monitoramento das atividades pessoais dos empregados, como o uso de luz elétrica em casa, o quanto de gasolina eles consomem diariamente e a se viajam de avião durante as férias.

Quem emitir CO2  acima do seu limite pessoal tem um desconto no salário, da mesma forma que aqueles que emitirem menos dióxido de carbono receberão um bônus.

Bônus e descontos não ultrapassam o limite de 100 libras, ou R$ 305,4 pela cotação desta segunda-feira.

Segundo o The Times, o diretor administrativo da empresa, Stuart McLachlan, está entre os 25% dos funcionários que tiveram o desconto – ou outros 75% ganharam bônus.

Mesmo comprando uma bicicleta para fazer o trajeto diário de 12 milhas, ou 19,3 km, de casa até o trabalho, McLachlen teve o desconto máximo por conta de uma viagem de avião feita durante as férias para a sua terra natal: a África do Sul.

Veja aqui a matéria no site do The Times.

E você, estaria disposto a participar de um esquema como esse? Deixe um comentário com a sua opinião, além de nome e sobrenome, conforme as normas deste blog.

Anúncios
Posted in: Comportamento